“Menos é mais”
Mis Van der Rohe

O célebre aforismo do arquiteto marca o movimento artístico da década de 50, destacado pela busca de uma postura universal na arte, justificada pelas formas geométricas e materiais industriais de instantânea compreensão do observador. Assim, o movimento Minimalista é caracterizado pela procura de soluções que requeiram um mínimo de meios ou de esforços, pela ausência de adornos e a utilização de modalidades elementares de matéria e de cor, para pura apreciação de determinada obra.

Composta por peças da er|kantt, Outra Oficina : Leo Capote + Marcelo Stefanovicz, e ADOLINI+SIMONINI – entre plataformas de trabalho, luminárias e poltronas – a exposição “MNML” destaca o lançamento daMINIMAL, a nova marca conceito do Grupo Pontocom.

É permitido observar que a essência da MINIMAL está na maneira clara de concepção e produção que prioriza o design sem excessos. Atenta às tendências mundiais, a marca deseja fazer dos escritórios, ambientes que refletem a identidade de seu pessoal e do modo de trabalho da vida contemporânea.

Essa intensa e, inicialmente, incomoda mistura entre os diferentes objetos expostos vai além do repertório corporativo. Se transforma em abstração artística, onde o ambiente de trabalho e o design flertam com a arte numa linguagem conceitual e ao mesmo tempo formal.

A exposição aproxima obra e vida ao tentar inserir no espectador a capacidade de perceber as diferentes interações entre forma, espaço, cor, seriação, etc., trazendo para este espaço uma experiência que vai muito além do ambiente de trabalho.

Curadoria e cenografia Estúdio JCubo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Arquivos